O Governo do Amazonas renovou a frota de motocicletas do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran). Atuante em fiscalizações que visam à segurança de motoristas e pedestres, a unidade da Polícia Militar do Amazonas estava sem investimentos na área há pelo menos nove anos.

Ao todo, foram entregues 15 novas motocicletas pelo governador Wilson Lima, como parte do programa Amazonas Mais Seguro. Os bens foram viabilizados pelo governo estadual por meio de doações adquiridas junto à Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

“É de grande importância a renovação dessas motocicletas para o batalhão. Há previsão também de vir mais motos e isso é muito bom para que possamos melhorar a nossa atuação nas ruas, já que a nossa frota não era renovada desde 2012”, afirmou o comandante do BPTran, tenente-coronel Marcos Vinícius da Encarnação.

Encarnação explicou que as novas motocicletas serão usadas em operações e fiscalizações de trânsito em Manaus, que são de responsabilidade do batalhão especializado. “Também atuamos nos postos rodoviários, onde realizamos as fiscalizações e operações nas rodovias estaduais”, disse.

Batalhão especializado – Realizar fiscalizações em blitze com o objeto de revistar veículos e motoristas suspeitos, em busca de armas e entorpecentes, são atribuições desempenhadas por policiais do BPTran.

Além disso, os militares do Batalhão de Trânsito podem ser acionados para apoiar ações de segurança com outras forças policiais do estado, como Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), o Comando de Policiamento Especializado (CPE) e o Comando de Policiamento de Área (CPA).

O BPTran atua, ainda, em ações conjuntas com outros órgãos, entre os quais o Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ao todo, 125 policiais militares são especializados nestas ações no Amazonas. Para servir no BPTran, o policial militar deve ter formação em cursos específicos, como o de batedor, exigidos pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

FOTOS: Lucas Silva/Secom e Diego Peres/Secom