A inspeção, solicitada no início de fevereiro, é um pré-requisito para concessão de registro da vacina.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) inicia, nesta segunda-feira, 01, na Índia, a inspeção das instalações do laboratório Bharat Biotech, que produz a Covaxin, imunizante contra a Covid-19. Cinco servidores da agência ficam no país até a sexta-feira, 05, para concluir o trabalho. A inspeção, que é um pré-requisito para concessão de registro de novas vacinas, foi solicitada no início de fevereiro. Segundo Anvisa, o objetivo da inspeção será verificar os processos de trabalho, as estruturas das áreas de produção, as condições de armazenamento das vacinas e os laboratório de controle de qualidade, além de toda documentação do sistema de garantia.

O laboratório ainda não pediu nem a realização de estudos clínicos, nem o registro de uso emergencial da Covaxin. Mesmo assim, o Ministério da Saúde já assinou contrata para a compra de 20 milhões de doses da vacina indiana, com custo total de R$ 1,6 bilhões. Segundo o governo, 8 milhões de unidades do imunizante deve começar a chegar no mês de março. Em abril serão esperadas outras 8 milhões, com último lote de entrega para o mês de maio.

Fonte: JP Noticias