Apesar da ideia de homenagear o presidente, a modelo atendeu ao pedido do primogênito e o bebê receberá o nome de Léon.

Grávida do segundo filho, Andressa Urach revelou o nome da criança em vídeo publicado em seu canal no YouTube. No entanto, a modelo chamou a atenção ao afirmar que gostaria que o bebê se chamasse Bolsonaro, em homenagem ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Eu queria Leão, leão da selva, mas o Thiago não deixou. [León] Significa valente como um leão, então quase ficou leãozinho”, disse ela, que escolheu o nome por causa de um pedido do primogênito, Arthur.

A modelo, que é casada com Thiago Lopes, ainda afirmou que tanto ela quanto o marido são “bolsonaristas assumidos”, e aproveitou para esclarecer uma polêmica declaração do companheiro. Na ocasião, Lopes disse não ter dado uma “fraquejada” e que o primeiro filho do casal seria do sexo masculino.

“Somos bolsonaristas assumidos. O Thiago fez uma brincadeira e, no fim, nossa, algumas pessoas não entenderam. Resultado da história, falando do nome do neném, já que chegamos a este ponto, queria que se chamasse Bolsonaro”, explicou.

A “brincadeira” feita por Lopes tem referência a uma frase de Bolsonaro, quando ainda era deputado federal. Na época, o presidente afirmou que sua filha caçula, a única mulher entre seus cinco filhos, seria resultado de uma “fraquejada”.
De acordo com Thiago Lopes, as pessoas confundiram fraquejada com fracassada. “Não chamei ninguém de fracassada, não disse que o sexo feminino é fracassado. Fraquejada foi em outro sentido”, finalizou.

Fonte: Metrópoles