Amarildo da Costa Oliveira, o ‘Pelado’, 41, afirmou à Polícia Federal que esquartejou e enterrou os corpos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, correspondente do The Guardian.
De acordo com o Uol, em depoimento anterior, Amarildo negou ter atirado nos desaparecidos e disse que havia recebido os corpos queimados, impossibilitando a identificação.

Já em depoimento atual, ‘Pelado’ afirmou que uma segunda pessoa o ajudou a esquartejar e enterrar os corpos e que uma outra pessoa teria atirado contra o indigenista e o repórter, mas a identidade desses outros supostos envolvidos não foi revelada.
As buscas por Dom Phillips e Bruno Pereira continuam sendo realizadas. A cadela farejadora Fiona foi enviada para Atalaia do Norte para reforçar a equipe.

Fonte: UOL