Apesar de vacinação em massa, 26% das pessoas entre 0 e 19 anos contraíram a doença, segundo dados da Academia Americana de Pediatria.

Apesar do avanço da vacinação em praticamente todos os países do mundo, a incidência de Covid-19 em crianças e adolescentes ainda preocupa. Só nos Estados Unidos, os casos da doença nesses grupos é de 26%, segundo dados da Academia Americana de Pediatria (AAP). Isso se deve, segundo levantamento da própria instituição, à reabertura das escolas e à ausência de crianças nas filas da vacina, sobretudo com os altos números dos casos da variante Delta no país.

Este é o maior número registrado desde o início da pandemia. Na última semana, foram contabilizados cerca de 252 mil novos casos, e mais de 750 mil registros entre os dias 5 de agosto e 2 de setembro. Uma análise da AAP registrou também que, há pouco mais de um mês, as crianças representavam 15,1% do total de casos acumulados no país, chegando a cerca de cinco milhões de diagnósticos, no total.

Para o levantamento, os pesquisadores levaram em consideração o número de indivíduos com idade entre 0 até 19 anos. Porém, os estados do Tennessee, Virgínia e Carolina do Sul incluíram jovens de 20 anos no estudo.

Mais casos hospitalares

Além da alta no número de casos de Covid entre crianças e adolescentes norte-americanos, a taxa de hospitalizações aumentou muito nos últimos meses. Segundo dados da AAP, o número cresceu cerca de três vezes mais do que o observado durante o inverno no hemisfério norte (dezembro a março).

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) registrou ainda que, apesar de mais raras, as mortes infantis também tiveram um aumento recente, preocupando as autoridades americanas. Ainda não há indicação de quando haverá vacina disponível para os meninos e meninas com idade inferior a 12 anos. Atualmente, os Estados Unidos autorizaram a vacinação de adolescentes de 12 a 15 anos de idade com o imunizante da Pfizer. Contudo, um levantamento da Mayo Clinic apontou que apenas 18,8% dos americanos menores de idade já receberam uma dose da vacina, e 14,6% já completaram o esquema vacinal.

Fonte: Metrópoles