A ordem de drenagem foi dada pela Diretoria Geral da Aleam

A Assembleia Legislativa do Amazonas esvaziou hoje (19) o espelho d’água que fica na entrada do prédio do Legislativo. Dois funcionários do serviço de manutenção drenaram a água e limparam as margens e o fundo do espelho d’água.

Segundo foi apurado pelo portal a Repórter, havia a suspeita que no local existia um criadouro de mosquitos, pois a água não era trocada ou limpa desde o mês de março.

A ordem de drenagem foi dada pela Diretoria Geral da Aleam, que recebeu reclamações dos funcionários do Poder Legislativo.

Nossa reportagem conversou com servidores da Assembleia, que se queixaram do grande número de mosquitos no amanhecer e entardecer. “Quem frequenta a Assembleia nos horários das 7h e após as 17h já viu as nuvens de mosquitos”, afirma a servidora J.R, que pediu para não ter o nome divulgado.

Para evitar a proliferação de mosquitos no local, a Aleam utiliza produtos químicos misturados à água. Desde o mês de março, quando a Assembleia suspendeu a entrada de visitantes por causa da pandemia do Covid-19, o espelho d’água não recebia manutenção.