O Prefeito Municipal de Coari, Adail Filho, determinou a testagem em massa para Covid-19 em atletas que participam da Taça Coari, na modalidade de Futebol Society. A iniciativa faz parte das medidas de segurança para a retomada das disputas, na próxima semana. Ao todo, 482 jogadores passarão pelos procedimentos de testagens, que iniciaram nesta sexta-feira, 19, e seguem até sábado, 20, no Centro de Artes e Esportes Unificados – Praça CEU.

De acordo com o secretário municipal adjunto de Juventude, Esporte e Lazer Markeyson Santos, o objetivo da testagem em massa é proteger a saúde dos atletas e do público em geral. “Aqueles que testarem positivo serão encaminhados para receber tratamento e postos em quarentena, conforme a recomendação das autoridades de saúde. Já os que tiverem o teste negativo voltarão a jogar”, comentou.

Em relação as torcidas, Markeyson revela que elas vão poder acompanhar os times, porém, terão que passar por um rigoroso processo de controle a fim de evitar a contaminação pelo novo coronavírus. “Vamos estar na entrada dos campos sintéticos medindo a temperatura das pessoas e quem tiver com a temperatura acima do normal será orientada a procurar uma unidade de saúde. Também estaremos distribuindo máscaras e fazendo a higienização com álcool 70%”, afirmou.

O secretário destacou, ainda, que haverá marcação nas arquibancadas, com espaçamento de um metro, para garantir que todos continuem cumprindo o distanciamento social ao longo das partidas. “Esse retorno das atividades esportivas não será feito de qualquer forma em Coari. Estamos sendo bastante prudentes e responsáveis para que o esporte, que é tão importante para o nosso município, volte a acontecer e com total segurança para todos os envolvidos”, finalizou.

Os jogos da Taça Coari, na modalidade de Futebol Society, serão retomados na próxima segunda-feira, 22, seguindo o Decreto 875/2020, que flexibiliza o funcionamento das atividades econômicas, culturais, religiosas e dos serviços públicos no município, bem como estabelece meios de prevenção, controle e monitoramento ao contágio pela Covid-19.

A flexibilização das atividades levou em consideração, dentre outras coisas, o controle dos índices de disseminação da doença e o aumento de vagas de tratamento na unidade de Tratamento Intensivo no Hospital Regional de Coari, além das testagens em massa, aquisição de equipamentos de proteção individual – EPIs e implementação de sistema de monitoramento sanitário.