Criada em março deste ano com o objetivo de ampliar a verificação de denúncias feitas pela população, a ação “Pronta Resposta”, da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), já prendeu 46 pessoas e apreendeu cerca de 50 quilos de entorpecentes. No período, 19 armas de fogo foram retiradas de circulação e mais de R$ 120 mil em espécie foram recolhidos por policiais militares e civis.

As ações foram desencadeadas em todas as zonas da capital e nos municípios de Iranduba e Rio Preto da Eva. As investigações também resultaram na apreensão de quatro adolescentes. Crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, roubo, furto, crime ambiental e estelionato motivaram as prisões. As operações seguem determinação do secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, de reforçar a apuração das denúncias da sociedade por meio dos canais oficiais, como o telefone 181.

Durante esses meses, a ação “Pronta Resposta” deflagrou grandes operações. Entre as mais recentes, está a prisão de uma quadrilha suspeita de falsificar documentos para adquirir empréstimos bancários. Quatro homens, com idades entre 21 e 27 anos, foram detidos em um condomínio na avenida Constantino Nery, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus, na tarde do dia 21 de julho.

A quadrilha aplicou cerca de R$ 200 mil em golpes. Com os presos, as equipes policiais apreenderam diversas identidades e certidões de nascimento falsificadas. Em outra ação, os agentes receberam uma denúncia informando que indivíduos estariam armados e traficando entorpecentes na comunidade União, na zona centro-sul de Manaus. Um homem de 29 anos foi preso com cerca de 30 quilos de maconha do tipo skunk, na tarde do dia 22 de julho. Com o infrator, duas armas de fogo foram pegas.

Denúncias – O secretário Louismar Bonates enfatiza a importância de a população continuar denunciando pelo 181 ou pelo site da SSP, no www.ssp.am.gov.br.

O disque-denúncia 181 funciona 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana, em todo o estado. As ligações são gratuitas e sigilosas.

Outra forma de repassar informações é por meio do site da SSP, no www.ssp.am.gov.br. No serviço de mensagem, o cidadão deve relatar o nome da rua, bairro e número do local onde ocorreu o crime. Se possível, fornecendo nome ou apelido de pessoas suspeitas de atividades criminosas. Pode ainda adicionar fotografias e vídeos na denúncia, que também é sigilosa.

Para acionamentos emergenciais da polícia, a população deve ligar para o 190.

FOTOS: Divulgação/SSP-AM