Apesar de exigirem atitudes opostas, é possível perder gordura e ganhar massa muscular paralelamente, mesmo sendo iniciante.

Ganhar massa muscular e perder gordura corporal, ao mesmo tempo, não é uma tarefa simples. Apesar de ser um objetivo muito desejado pela maioria das pessoas que frequentam a academia, para alguns indivíduos essa meta é praticamente impossível – principalmente se você já for um praticante intermediário ou avançado. No entanto, caso sua jornada fitness seja algo novo, é possível sim emagrecer e ficar mais forte.

Um dos motivos que dificultam a conciliação do ganho de massa muscular com o emagrecimento, é o controle calórico. Para emagrecer, nosso organismo precisa estar em déficit calórico, onde se consome menos do que gasta. Por outro lado, para construir tecidos musculares, o corpo tende a precisar de mais nutrientes. O que, geralmente, atrapalha o processo de perda de gordura.

“Em um indivíduo iniciante, a sinalização do treino é tão alta que mesmo na dieta em déficit calórico você ganha massa muscular. Mas, indivíduos que são intermediários e avançados não vão conseguir o ganho de massa muscular com o déficit calórico. O que torna impossível ele tentar ganhar massa muscular e perder gordura ao mesmo tempo nessas condições”, explica o treinador e assessor esportivo, Leandro Twin.
No entanto, o especialista indicou três métodos que podem contribuir com os resultados de quem pretende ganhar massa muscular e perder gordura ao mesmo tempo. Confira:

1 – Nada de “treino fofo”

“Entender que para ter um ganho de massa muscular você tem que ter uma sinalização por meio de um treinamento e esse treinamento tem que ser pesado. Não importa como está o carboidrato da sua dieta, você vai treinar até a falha em todos os exercícios e em todas as séries. O seu treino não deve ser extenso, ele deve ser intenso”, recomenda Leandro Twin.

2 – Busque uma dieta equilibrada

Ingerir muitas calorias vai te ajudar a ganhar massa muscular. Consumir poucas calorias vai auxiliar o processo de emagrecimento. Os extremos conflitam entre si e impedem que os dois objetivos sejam alcançados ao mesmo tempo. Por isso, busque auxílio profissional, para ter uma dieta equilibrada e sem exageros – para mais, ou para menos.

3 – Direcione as calorias para o treino

“O último item da lista é fazer um direcionamento da caloria que você ingere para um determinado músculo. Para isso, você precisaria de menos calorias na sua dieta para conseguir hipertrofia, mas você não poderia treinar o corpo todo. Serviria para um momento da periodização para focar simplesmente no músculo fraco, mesmo em déficit calórico”, conta o treinador. Ou seja, se o seu grande sonho é ter braços ou glúteos maiores e mais fortes, eleve o consumo de calorias quando for treinar essas musculaturas. Nos outros dias, siga com o déficit calórico.

Fonte: Saúde em Dia