Operação da polícia de São Paulo prende integrantes de quadrilha de estelionatários que mantinham o site 123 Importados, denunciados no Patrulha do Consumidor por prometer vender produtos eletronicos pela metade do preço. Cinco pessoas foram presas e um casal segue foragido. Celso Russomanno reúne dezenas de denúncias de consumidores que não receberam os produtos ao longo dos últimos meses. Acompanhe a reportagem completa do caso. Para assistir ao Cidade Alerta na íntegra, acesse PlayPlus.com

O que a 123importados.com prometia era impraticável. Preços muito abaixo do mercado, prazos de entrega inconcebíveis, pagamento apenas por boleto bancário.

E o golpe não é novo. Outros criminosos já enganaram milhares de pessoas com este mesmo método.

Desenvolvem um site bem estruturado, fazem propaganda na TV, colocam preços incríveis e iludem o consumidor. As vítimas são os trabalhadores que, em um país com uma taxa tributária absurda, lutam arduamente para conseguir juntar suas economias e poder comprar uma TV, um celular ou eletrodoméstico.

Estes criminosos brincam com o sonho de milhares de brasileiros. E ainda usaram o momento trágico pelo qual vivemos para fazer marketing e alavancar ainda mais as vendas. Em uma de suas mídias, escreveram: “em meio à pandemia do novo coronavírus, a 123 Importados está ativa e se destaca pelo seu investimento…”. Absurdo!

Há dias, a 123importados.com já não vendia mais. Alegavam que todos os seus itens estavam “Sem estoque”, estoque este que nunca existiu.

A quadrilha chegou a fugir para para o Estados Unidos, onde ostentavam uma vida luxuosa, com carros de luxo e uma enorme mansão avaliada em mais de R$ 3 milhões de reais até serem presos.